O dia em que a leitura bíblica me fez falta.

Nesse texto eu venho contar a vocês como foi o meu dia de trabalho nessa segunda-feira. 

Voltando um pouco... Esse final de semana como de costume eu fui aos cultos, encontrei os amigos da igreja (inclusive, fiz novos), foi tudo maravilhoso. O mais importante é que eu também tive um encontro com Deus e Ele me fez despertar sobre coisas que posso melhorar.
  
E a segunda-feira chegou: dia de trabalhar, de estudar, enfim... um dia comum, no meu pensamento. Não foi um dia comum. Eu acordei pensando no final de semana, com a saudades dos meus novos amigos, com saudades dos momentos em que estava orando com eles, da Palavra que ouvi nos cultos, da visitação de Deus, e também pensava: “Que final de semana maravilhoso, não quero deixar isso por nada”, “Quero fazer algo pra Deus, Ele faz tanto por mim”, “Quero que as pessoas sempre olhem para mim e digam – Ela é cristã”, “Eu não posso ceder ao mundo e a todas as coisas que ele me oferece, preciso melhorar”.

Então, ao me arrumar para mais um dia, pensei bem no que iria vestir, pensei bem no que iria ouvir nos meus fones até chegar no trabalho. 

Ao chegar, fui até minha mesa e iniciei as minhas atividades. Ao lado da minha, existem as outras mesas dos meus colegas de trabalho. Então, conversando com eles como de costume, começamos a falar sobre religião, e eu disse que sou cristã e qual igreja frequento.

Eles ficaram surpresos. Alguém disse: “Eu imaginava mesmo, com esse cabelão”. E começaram a citar todas as Doutrinas e “coisas de crente”, me questionando se sou assim. Respondi, expliquei, e me vi despreparada para responder algumas indagações.

(...) E estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós. (I Pedro 3:15)

Então lembrei dos meus pensamentos pela manhã e essa situação toda me fez refletir nos meus erros e acertos como cristã. Eles desconfiavam pelo meu cabelo, mas, poxa, só agora eu falei que sou “crente”. Pior, eu não tenho o hábito de ler a Bíblia, eu nunca peguei aquele livrinho da minha igreja com as doutrinas e explicações das mesmas para ler e entender algumas coisas.

Moral da história: a fé nos sustenta em Cristo, mas é necessário ter sabedoria. Nunca saberemos as situações que vamos viver. É preciso levar a Palavra de Deus conosco onde estivermos. Deus não nos chamou para ir aos cultos somente aos finais de semana, não nos chamou para ouvir a exortação da sua Palavra e quando chegar em casa jogar a Bíblia na estante. O seu Evangelho precisa ser passado adiante e, principalmente, precisa ser vivido por nós todos os dias. E a todo o momento é preciso estar ligado com Deus.

Escrevi esse texto contanto sobre a minha segunda-feira para vos despertar assim como me despertei. Não deixem as vossas Bíblias juntar poeira.

Eu não tenho esse hábito de ler, confesso, e deve ter muitos de vocês que talvez não tenham também, e não fazemos por mal, nós falhamos em alguma parte, constantemente. Alguns cantam, alguns oram mais, alguns leem mais a Bíblia, alguns são mais vaidosos, outros menos.

Mas vejam só: tudo se resume em buscar mais a Deus, em despertar-se. Ele mesmo mostrará o que quer de nós. Nessa segunda-feira Ele me disse que está contente por eu não cortar os meus cabelos, e me pediu pra ler mais a Bíblia, para que assim eu tenha mais sabedoria quando for apresentar o Evangelho a alguém.

Que tal você perguntar pra Deus o que pode fazer para melhorar? Que tal buscá-Lo hoje em oração ou em pensamento mesmo, para que Ele te mostre como você está se saindo enquanto cristão, e te ajude a mudar alguma coisa que talvez você mesmo já tenha sentido aí no seu coração que está errado e que está te afastando d'Ele.

“Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem-sucedido”. (Josué 1:8)

“Feliz aquele que lê as palavras desta profecia e felizes aqueles que ouvem e guardam o que nela está escrito, porque o tempo está próximo”. (Apocalipse 1:3)

Leiam Pedro, Josué, leiam Apocalipse, leiam a Bíblia.


 Por: Jeizi Vieira



Lembra-te

Um comentário:

  1. Não fiquei surpreso ao saber do seu credo religioso. Minhas melhores amizades são oriundas do cristianismo. Outrossim, não tenho uma imagem estereotipada de quem é cristão, pois conheço o meio.
    Você é prova disso: não estampa um estereótipo.
    Quanto ao fato de você considerar "tardia" a revelação de sua crença, não vejo nenhum prejuízo atribuído a sua imagem. O fato de você omitir (ou não) a sua crença, em nada muda no seu íntimo. A menos que você sinta a necessidade de expor a sua "fé".
    Eu, por exemplo, em meio aos muitos comentários feitos, em momento algum expus meu credo ou sobre o que penso do assunto. Achei que o momento oportuno não era aquele.
    Quanto ao título do texto, a leitura dos textos bíblicos sem dúvida ajudaria no que tange aos esclarecimentos "dogmáticos" da crença, mas tenho minhas dúvidas se tal leitura supriria plenamente a exigência. Portanto, a leitura seria necessária. Mas seria suficiente?

    Douglas.

    ResponderExcluir