Sobre dinheiros, números, pressões e vaidades...




"Também descobri por que as pessoas se esforçam tanto para ter sucesso no seu trabalho: é porque elas querem ser mais do que os outros. Mas tudo é ilusão. É tudo como correr atrás do vento." (Eclesiastes 4:4 NTLH)
Por que você quer um carro novo? Para o conforto da sua família, ou para ter um carro melhor do que o do seu vizinho?
Para que você quer roupas novas? Para se sentir bem consigo ou para fazer inveja as amigas?
Para que você quer um diploma? Por que você tem amor à profissão ou porque você precisa provar a alguém que (também) venceu?
Para que você escreve em um blog ou em uma página? É por que você realmente crê em um ideal ou é pela vaidade dos likes?
Eclesiastes 4 fala, entre outras coisas, sobre isso: gente que se esforca para vencer na vida simplesmente para provar algo a alguém. Ou até mesmo gente que precisa fazer de conta que venceu para não ficar por baixo. Tipo aquela mocinha desprezada da música da Kelly Key (quem se lembra? Rs) cantando "baba baby" para o ex...
De fato, quem vive assim, vive uma vida vazia. Perde o sabor das coisas. Vive para oa outros, aprisionado pela opinião alheia, pressionado pelos padrões cruéis de uma sociedade que impõe, mas nem mesmo sabe o que quer.
E assim, a gente namora só pra dizer pras tias que namora, vai no Outback so pra postar no Instagram, vai na igreja só porque não tem coragem de dizer pra irmandade que não quer ser mais crente.
Esse é o medo de lidar com a derrota, ou melhor, com aquilo que a sociedade chama de derrota. Assim a gente vai perdendo a nossa essência, e cometendo o erro que Romanos 12 aponta: nós vamos nos amoldando aos padrões deste mundo. E vai vivendo triste. Negando o seu sonho de cursar música e ter uma vida simples após ouvir de tanta gente que "não dá dinheiro", e vai para o curso de engenharia como um boi vai para o matadouro. Afinal, "sou de uma família de engenheiros, né?"...
Mas, o que você realmente quer? Pelo que seu coração realmente pulsa? Qual é o seu dom? Se Deus te deu o dom de cozinhar, e se você crê que esse dom foi dado por Deus, porque se enfiar em um curso de TI? Porque "dá dinheiro"? E para que você quer tanto dinheiro? Para mostrar para os outros que "você é melhor", como dizia Salomão? Para provar com a melhor roupa, o melhor carro e a melhor casa que você não é um derrotado?
Sinto muito. Você é sim um derrotado. E só você não percebeu isso.
"Dá dinheiro?", "Tem gente tirando 10 mil por mês...". Essas são as frases que mais ouvimos na fila do vestibular. Ok, 10 mil reais é bênção, e eu também quero! :) Mas, sinceramente: você vai passar fome se não ganhar 10 mil? Aliás, quem disse que um engenheiro ou um médico frustrado vai ganhar 10 mil?
Eu mesmo, largaria tudo e investiria na minha carreira literária, causando infartos em série a todos o que ouvissem isso. Minha mãe desistirá de vez de ver seu filho tendo sucesso profissional, meus amigos me chamariam de sonhador, e a minha namorada, coitada... ficaria com pulgueiros inteiros atrás das duas orelhas, rsrs... mas, o pior de tudo seria eu, que estaria aqui sonhando com o sucesso na minha carreira literária: prêmios, adaptações para o cinema, cadeira na ABL, entrevistas no Jô...
Aiai, esse maldito bichinho do sucesso e do "querer ser melhor que os outros" aparecendo mais uma vez... Seja na carreira literária ou na luta para subir de cargo na empresa, parece que estamos tão contaminados por este tipo de pensamento que não tem como escapar...
Até aquele cooperador da igrejinha onde 50 tomaram santa ceia ano passado. Ele bem que queria ver esse número dobrando neste ano. Mas espere: esse desejo é por causa das almas convertidas, ou por causa dos números? Heheheh....
Aiaiias... esse bichinho não nos larga. Nao tem jeito!
O jeito é ler muito Eclesiastes, e beber da fonte de um homem que teve que ter tudo para descobrir o óbvio: tudo é vaidade. E também tentar aprender com o lindo Jesus :) que poderia ter tido tudo, mas escolheu a manjedoura.
O filho de Deus escolhendo uma manjedoura enquanto os pecadores reclamam porque o hotel tem uma estrela a menos do que eles gostariam....
Ta tudo virado neste mundo mesmo....

E, como no outro texto, vou deixar uma musiquinha no final, para ilustrar a nossa reflexão, e também para mostrar que na música cristã existem canções boas, que nos levam a refletir. E refletir é tudo o que precisamos, não é? Hoje, escolhi a música "Apostasia", da banda Oficina G3, que segue bem a linha do texto.


"Você acha linda a etiqueta da sua roupaOlha o próximo e o julga de ser pobreVira o rosto, falar por quê?Ele e pobre, não vai me entenderVocê vê o rico e o chama de ladrãoAcha que sua alma está perdidaSó que você vive implorando perdão"

Lembra-te

2 comentários:

  1. Boa colocação! Sou cristã e estou fazendo faculdade de medicina pq é meu sonho, saber q eu posso ajudar pessoas e ser o "orgulho" da familia haha, mas na minha faculdade vejo tanta gente q so está ali pelo dinheiro ou por pressão dos familiares dizendo "médico ganha bem, vai lá" q me deixa um pouco triste pq essas pessoas vivem colando pra passar nas provas e quando se formarem médicos vão ficar tão frustradas na vida profissional e o pior de tudo, por pôr em risco a vida de uma pessoa q confiou a ele como médico, e tbm tirar a oportunidade de uma pessoa q quer estudar medicina e realmente ama a profissão, mas n acham vaga nas faculdades. É uma pena q existam pessoas q apenas pessam no dinheiro quando escolhem uma profissão :(

    ResponderExcluir
  2. É mais ou menos o meu caso, estou estudando em uma Universidade Federal e queria muito fazer um curso tecnólogo de estética em uma faculdade privada, mas ninguém ver isso com bons olhos, na maioria das vezes quando falo desse meu sonho as pessoas olham estanho, para a sociedade uma esteticista não é nada perto de qualquer outra profissão.

    ResponderExcluir