Eu não me encaixo nesse mundo.

Primeiramente vamos ao desabafo...
Sobre o que vou falar essa semana?
Esse ponto de interrogação estava em minha mente durante todos esses dias, e juntamente com essa preocupação existia outro pensamento o qual decidi compartilhar com vocês amigos leitores. 

Afinal eu acho que não estou sozinha... alguém aí já deve ter passado por isso, e aliás esse termo já se tornou conhecido entre os jovens e bastante falado nas redes sociais.
Estou falando da tal “crise existencial”.

É então... Aquele momento que bate a tal “bad” e a gente passa a se perguntar o porquê existe, ou porque a gente não se encaixa nesse mundo.

Ah mais você vai falar de “bad”, “crise existencial”, isso é modinha.  

Sim é modinha, mas é real, e acontece no nosso meio também, e talvez seja ainda pior.
Nós somos os que não se encaixam nesse mundo mais do que qualquer outro jovem, pois temos a missão de sermos diferentes, de seguirmos o modelo chamado Jesus Cristo, e isso não é algo fácil, pensa bem, aquele homem foi tão santo! E naquela época as pessoas, a sociedade e a cultura ajudavam né, vamos falar a verdade?

Todos os dias quando saímos de casa, sabemos que lá fora existe um mundo cheio de costumes que não devemos praticar, e que não vamos nos encaixar naquela roda de amigos da faculdade, onde todo mundo vai para o barzinho após a aula.

Nós não nos encaixamos no grupo de amigos do trabalho, que as vezes são desonestos com os chefes, ou as vezes nos perseguem por sermos cristãos, e termos a benção de Deus e isso os incomoda.
Em alguns casos não nos encaixamos pela nossa situação financeira, pela nossa forma de pensar, pela nossa simplicidade... E mais, as vezes Deus permite passarmos por situações igual a de José, e entramos em conflito por causa de nossas diferenças até com nossos próprios irmãos e familiares.

Nós simplesmente não nos encaixamos e isso acaba por nos entristecer.
Mas sabe de uma coisa? Não precisamos nos encaixar nesse mundo.

Nós não ficaremos aqui pra sempre, isso é fato...
E para finalizar, é preciso ponderar se vale a pena mudarmos nossa forma de ser para se encaixar em algo, se vale a pena deixa a nossa essência para agradar as pessoas. Nós temos sim, que ser educados, gentis, amigos, demonstrar amor ao nosso semelhante, mas, no entanto, nossa maior prioridade é agradar a Deus.

Se você se sente deslocado, não é motivo para tristeza... Sinta-se feliz, pois o que você tem de diferente é o que te faz parecido com Cristo.

Procure estar próximo de pessoas que tenha a mesma postura que você, ore a Deus para que te guie em suas amizades e ilumine seus pensamentos, para que assim você jamais tente se encaixar na vaidade, na malicia, na maldade, pois Deus te fez diferente, Deus te fez luz.

Como a luz poderia se encaixar nas trevas? Não dá né. 
Não se preocupe em perder amigos nessa terra, por não se encaixar, o mais importante é ser amigo de Deus e se encaixar na sua palavra.

E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa,agradável e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12:2)




Lembra-te

Nenhum comentário:

Postar um comentário