Esperar, esperar e esperar.

Somos a geração do já.
A geração da tecnologia, da informação instantânea, do aqui e agora.

Os problemas devem ser resolvidos em curto prazo e as respostas imediatas, com isso nada é pior do que esperar, ainda mas para nós que somos jovens.
Esperamos pela conclusão daquele curso a qual nos esforçamos tanto, onde dizemos sempre...“Podemos pular para a parte em que eu fico rico?”. Esperamos pela casa, esperamos pelo trabalho melhor, e é claro, a mais difícil espera para um jovem cristão, o tão sonhado casamento.

Ao ler a palavra casamento você já deve ter suspirado e pensado ”misericórdia, como é difícil”.
Definitivamente é difícil esperar, somos inquietos, impacientes, somos jovens!

No entanto, precisamos compreender que Deus não tem pressa, e Ele não cederá ao nosso imediatismo.
Por certo já ouviu aquela expressão de que “quem tem pressa come cru”, não é mesmo?
Então mocidade, na vida espiritual esse “cru” pode significar o pecado, e por não querermos esperar, as vezes buscamos atalhos para satisfazer as nossas vontades, principalmente se tratando do casamento.
Quando decidimos seguir a Cristo sabemos que existe um caminho longo a ser seguido, sem atalhos, e que o esperar será como um lema para nós. Ser cristão é andar na contramão, e isso é difícil, principalmente quando se é jovem.  
Ao assumirmos tal responsabilidade, devemos sempre buscar forças através da oração, para que a paciência seja aperfeiçoada em nós, e que assim consigamos esperar como filhos obedientes e sensatos, evitando o gosto amargo de nossas escolhas precipitadas. Afinal em toda a bíblia não se encontra relatos de que alguém se arrependeu de esperar, mas sim dos que se arrependeram por ter pressa.

Que sejamos como Paulo, satisfeitos em todas as circunstâncias em que nos encontrarmos, na abundância ou na escassez, na solidão ou entre muitos amigos, na espera ou na concretização de nossos sonhos, que estejamos sempre firmados em Deus e agradecidos pelo bem maior que Ele concedeu a nossas almas, a liberdade que temos de dobrar nossos fracos joelhos em terra e receber Dele a consolação para os nossos coraçõezinhos ansiosos. 

Sabemos que a mocidade passara, e que o zelo que tivermos hoje em nossas ações enquanto esperamos, se refletira em alegria e paz no futuro.
É melhor chorarmos hoje porque esperamos no tempo de Deus, do que nos rendermos aos atalhos que só nos levarão ao arrependimento.  

"Portanto, irmãos, sejam pacientes até a vinda do Senhor. Vejam como o agricultor aguarda que a terra produza a preciosa colheita e como espera com paciência até virem as chuvas do outono e da primavera. Sejam também pacientes e fortaleçam o seu coração, pois a vinda do Senhor está próxima."
Tiago 5:7-8




Lembra-te

Nenhum comentário:

Postar um comentário