Defender o Evangelho com abraços

Que tal defendermos o Evangelho com abraços e o bom exemplo?

Às vezes confundimos “ser cristão e defender o Evangelho” com apontar erros e dizer qual a maneira correta das pessoas se comportarem. Ser cristão é amar as pessoas independente do “quem” e “como”. É reclamar menos das coisas, é ser mais paciente e abraçar mais. Ser cristão é ter simplicidade, não aquela material, mas aquela na alma, entende? Sinceramente, o bom exemplo fala mais alto do que as palavras. Ao ler isso você talvez pode estar pensando que “falar é fácil.”

Confesso que também pensaria o mesmo. É muito difícil e, constantemente, nos vemos errando. Mas aí está a verdade sobre ser cristão: é uma luta diária contra a fraqueza, e a cada dia nós buscamos ser um pouco mais parecidos com Jesus Cristo, e isso é realmente difícil. O que não podemos fazer é deixar de buscar.

Como foi dito em Mateus 5, versos 14 e 15:

“Vós sois a luz do mundo. Uma cidade edificada sobre um monte não pode ser escondida. Igualmente não se acende uma candeia para colocá-la debaixo de um cesto. Ao contrário, coloca-se no velador e, assim, ilumina a todos os que estão na casa...”

Cada um de nós possui a sua diversidade de falhas e, então, que busquemos ser ajudadores e não juízes, porque também está escrito:

“Portanto, deixemos de julgar uns aos outros. Ao invés disso, façamos o propósito de não pôr pedra de tropeço ou obstáculo no caminho do irmão. ” (Romanos 14:13).

Porque ser cristão é isso... É ser luz e, assim, de forma espontânea, iluminar as mentes que estão a nossa volta.



Jeizi Vieira

3 comentários: